Marcha de evangélicos e católicos protesta contra casamento gay

Manifestantes criticam a chamada lei da homofobia, que tramita no Senado; medida é vista como ameaça à liberdade religiosa

Gabriel Castro
Manifestação de evangélico e religiosos contra o projeto de lei 122, que criminaliza a homofobia no Brasil, BrasíliaManifestação de evangélico e religiosos contra o projeto de lei 122, que criminaliza a homofobia no Brasil, Brasília(Dorivan Marinho/Folhapress)

Cerca de 25 mil evangélicos e católicos ocupam o gramado em frente ao Congresso Nacional nesta quarta-feira para protestar contra a aprovação da chamada lei da homofobia, que coíba manifestações contrárias ao homossexualismo. Os manifestantes são contra vários itens do projeto e alegam que a medida cria um grupo privilegiado dentro da legislação brasileira e fere a liberdade religiosa.

Na chamada marcha da família, também se vê bandeiras contra o aborto, o casamento homossexual e a legalização da maconha. O pastor evangélico Silas Malafaia, um dos líderes da manifestação, foi enfático também ao criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal que legalizou a união civil entre pessoas do mesmo sexo: “O STF rasgou a Constituição”.

Dezenas de deputados e senadores das bancadas católica e evangélica acompanharam a marcha. Entre os manifestantes, havia pessoas de diferentes partes do país. Eram famílias, grupos de estudantes e até integralistas.

Resposta – Por outro lado, um grupo de cerca de 30 homossexuais protestava contra movimento dos cristãos. Embora o grupo tenha ficado próximo à manifestação principal, e apesar de os gays terem usado algumas palavras ofensivas, não houve tumulto. “As religiões não devem inteferir nas políticas públicas. Os cristãos não têm esse direito”, disse a estudante Isabella Góes, de 20 anos, uma das líderes do movimento gay.

(Com informações da Veja.com)

Anúncios
  1. Marcela
    junho 28, 2011 às 11:54 AM

    Acho que todos os evangelicos do Brasil devem lutar contra a lei 122, que permite o casamento de homossesuais nas igrejas, pois a palavra de Deus diz que a mulher foi feita para o homem e para se multiplicarem. Não vos conformeis com o mundo… Vamos lutar para que o nosso pais seja um pais ABENÇOADO E NÃO UM PAIS AMALDIÇOADO.obrigada.

  2. Ana
    junho 2, 2011 às 12:30 PM

    Eu diria que esse movimento não é só dos catolicos e evangelicos mas de todas as familias. Quanto ao fato de os gays “terem usado algumas palavras ofensivas” eles que exigem respeito mas não conseguem respeitar. Sempre se fazendo de vítimas quando na verdade a vitima maior vai ser a sociedade se se render aos caprichos deles….

  3. Ana
    junho 2, 2011 às 12:30 PM

    Eu diria que esse movimento não é só dos catolicos e evangelicos mas de todas as familias. Quanto ao fato de os gays “terem usado algumas palavras ofensivas” que exigem respeito mas não conseguem respeitar. Sempre se fazendo de vítimas quando na verdade a vitima maior vai ser a sociedade se se render aos caprichos deles….

  1. No trackbacks yet.

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: