Provérbios na voz inconfundível de Cid Moreira

"Ah, Mr. M" - Cid Moreira, com sua voz inconfundível

Quem se emocionou com a Bíblia na íntegra, meditou com os Salmos, degustou o Pão Diário e aprendeu com os Conselhos Eternos da Bíblia, não pode deixar de adquirir mais uma grande obra: “Livro de Provérbios”,  interpretado pelo consagrado jornalista Cid Moreira, produzido pela MR1 Music, com direção executiva de Marcelo Rebello e concepção de Fermino Neto. Em entrevista, Cid Moreira falou sobre o novo trabalho, gravado em Dezembro de 2011, na cidade de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro e que vai ser comercializado em formato de DVD (2 volumes) e CD, sobre música Gospel e sobre a homenagem que vai receber no Salão Internacional Gospel. Confiram a entrevista na íntegra:

Depois de gravar a Bíblia na íntegra em CD, o Livro dos Salmos em DVD e outras obras relacionadas com os textos bíblicos, como foi a experiência de gravar o Livro de Provérbios?

Cid:  Foi ótimo! Porque acredito que esse livro serve para todas as pessoas, independente de religião. É um livro que tem respostas para todas as perguntas dos homens. O livro mais lido no mundo, a Bíblia, que eu amo tanto, diz em Provérbios 1 verso 7 que “a fé (O temor do Senhor) é o princípio do conhecimento.” Quer dizer, não entendemos nada e, consequentemente, não conseguimos nada na vida se não tivermos fé. Por esse motívo, achei fascinante fazer um DVD específico sobre esse livro.

Porque escolheu Provérbios? Fale um pouco desse livro…

Cid: Eu sempre apreciei os Provérbios. E gravar foi muito inspirador. Quando eu era menino já lia esse livro para os meus pais nas tardes frias de inverno no interior de São Paulo. Taubaté. Não podia eu, naquela época, imaginar que leria  para tanta gente, como faço agora! Para começar fiquei feliz porque foi gravado em Petrópolis, na Serra linda do Rio de Janeiro. Depois, amo divulgar  cada vez mais a palavra de Deus. Não perco uma oportunidade quando o assunto é levar a palavra de Deus ao maior número de pessoas. De levar esperança e um sentido mais profundo para a vida. Que vai além dessa loucura superficial que estão todos os dias tentando nos impor.

Existe alguma preparação espiritual quando entra em estúdio para gravar livros da Bíblia?

Cid: Eu leio todo dia um trecho bíblico. Pela manhã, quando acordo pratico a meditação com algum trecho bíblico. Em especial quando estou gravando peço à Deus que me inspire a dar o melhor de mim. Que eu possa ser claro, tranquilo e que atinja o proposito DELE, não o meu.

Na Bíblia diz que “a fé vem pelo ouvir”. Acha que essas gravações são um diferencial na hora de salvar vidas?

Cid: Olha só, muita gente tem dificuldade em ler e conseguir interpretar, entender, quando estão lendo. Outras têm pouco tempo. Outras ainda têm problema de escolaridade ou mesmo uma grande parte têm alguma dificuldade visual. Algumas pessoas gostam de ler e ouvir ao mesmo tempo. Então, se você tem alguém narrando, acredito que fique mais fácil o entendimento. Recebo muito retorno nesse sentido.

Quais são suas expectativas para esse novo trabalho?

Cid: São as melhores possíveis. Que muita gente goste, se emocione! Quem já é Cristão, desejo que com esse trabalho renove a sua fé! Quem é descrente que seja tocado e sinta a mesma alegria que sinto ao ter recebido Jesus em minha vida! Não sou um padrão de crente, não! Sou um aprendiz! Desejo crescer cada dia mais! Tenho as minhas lutas internas e não me envergonho delas. Aprendi com o apostólo Paulo que não é fácil se tornar um verdadeiro Cristão.

Esse DVD sai pela gravadora MR1 Music. Pode falar um pouco desse relacionamento com o Grupo MR1?

Cid: Somos amigos recentes, mas já estamos criando uma profunda admiração mútua. Tanto o Marcelo Rebello, quanto a Mazza têm demonstrado, não só com palavras, mas também com atitudes, o quanto são fieis à Deus e como honram o nome DELE. E eles estão provando, dia à dia, o quanto somos capazes de honrar à Deus e como nosso pai é fiel em suas promessas.

É verdade que será homenageado na cerimônia de abertura do Salão Internacional Gospel? Qual o sentimento de ser reconhecido e homenageado entre irmãos na fé?

Cid:  É verdade sim! E me sinto muito honrado por isso. Eu já recebi muitos troféus e homenagens na vida pelo trabalho como jornalista e comunicador. Por ter ficado à frente do Jornal Nacional na Rede Globo por quase três décadas. Mas tudo isso perde o valor quando se trabalha para honra de Deus. E eu não mereço na verdade, nenhuma homenagem. Eu acredito que meu caminho no jornalismo, na verdade, tinha um propósito muito maior. Poder hoje falar sobre Deus para todas as pessoas e elas me ouvirem.

São tantos anos de sucesso, reconhecimento e credibilidade. Quais são seus planos para o futuro? Existe algo que gostaria de fazer que ainda não realizou?

Cid: Minha vida está nas mãos de Deus. Tenho 84 anos. Já caminhei bastante, me cuido, tenho saúde e disposição. Estarei aqui, até o último dia da minha vida pregando a palavra de Deus. Não tenho a eloquência, a desenvoltura de um pastor. Nem essa pretensão. Mas desejo falar desse bem que Deus me fez e desejo que as pessoas tenham isso também. Não é um privilégio meu. Deus quer estar presente na vida de todas as criaturas.

Fale um pouco sobre o seu relacionamento com Deus.

Cid: Eu tenho meus defeitos, minhas manias. Não sou perfeito, tenho muito o que aprender. O que mudou minha vida foi saber que Deus me ama assim mesmo! Todo imperfeito! Que posso chegar desse jeito e tentar ser uma pessoa melhor todos os dias. Mudou no sentido de saber que a justiça chega para todos. Que nenhum reconhecimento humano, nenhum título ou estudo faz diferença na hora em que estivermos diante de Deus. Ele não faz distinção. Isso é maravilhoso!

Acha que sua responsabilidade diante de Deus na hora de levar o evangelho é maior pelo fato de ser uma pessoa pública?

Cid: É verdade sim! A minha responsabilidade é maior quanto ao meu procedimento. Por ser uma pessoa pública posso causar mais escândalo que os outros com o meus erros. Esperam que eu seja uma pessoa melhor que os demais. Mas eu afirmo de todo o meu coração: Não sou melhor que ninguém. Posso ser um pouco mais conhecido, mas isso não quer dizer nada! Fico até um pouco intimidado. As pessoas esperam mais de mim do que realmente sou. Não sou diferente de ninguém. A não ser pelo tom grave da minha voz que até já encontrei timbres bem mais bonitos (risos)!

O que acha sobre o espaço que os evangélicos vêm connquistando dentro da imprensa brasileira?

Cid: Acho uma coisa natural. O crescimento do número de cristãos não pode ser ignorado. É impossível impedir esse movimento que vem ganhando força. Isso mostra que por mais que a vida das pessoas seja corrida, a mídia de uma maneira geral pregue o imediatismo, as coisas superficiais e os valores distorcidos, as pessoas estão com sede de Deus, de conhecimento verdadeiro. E nada, nem ninguém, vai impedir que se cumpram as escrituras.

O DVD do Livro de Provérbios começa a ser divulgado no mês de Janeiro. Que mensagem de início de ano você deixa para todas as pessoas que acompanham seu trabalho em todos esses anos?

Cid:  Que as novas mídias  levem as palavras de Jesus para todos os lugares. Para que ninguém possa dizer: “Meu Deus, nunca me falaram de ti!”.

Fonte: MR1 Music & Entertainment

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: