Início > Sem categoria > Pr. Marcos Pereira responde acusações do coordenador do AfroReggae

Pr. Marcos Pereira responde acusações do coordenador do AfroReggae

Pastor Marcos Pereira Foto: Marizilda Cruppe

Pastor Marcos Pereira Foto: Marizilda Cruppe

Outro tema polêmico voltou a ser abordado pelo Conexão Repórter, programa do SBT comandado pelo jornalista Roberto Cabrini. O programa que foi ao ar na noite desta quinta-feira (22) seguiu os passos do pastor Marcos Pereira da Assembleia de Deus e investigou as denúncias que pesam contra ele pelo seu ex-braço direito Rogerio Menezes, mediador de conflitos do GCAR, e o coordenador executivo do AfroReggae, José Júnior.

O pastor negou todas as acusações, embora tenha admitido um “desvio” perante toda a igreja, assim como todo o homem está propício a sofrer. O pastor Marcos Pereira ficou nacionalmente conhecido por pregar em favelas, resgatar homens das mãos de traficantes perigosos e por levar a palavra de Deus entre os mais perigosos bandidos do Rio de Janeiro.

Cabrini durante entrevista como João Júnior, coordenador do AfroReggae

A trajetória do pastor é interessante. Nas imagens, já mostradas anteriormente pelo Fantástico da TV Globo, ele interrompe bailes em comunidades dominadas pelo tráfico e derruba criminosos com um simples toque, sopro ou uma “paletozada” (golpe com o paletó), às vezes

Visto como um Deus por muitos… agora, nas últimas semanas, o pastor foi alvo de ataques constantes do coordenador da AfroReggae, que alega, por enquanto sem provas, que o líder evangélico já mandou matar pessoas, tem envolvimento com o tráfico e pedofilia. Resumindo, ele está na linha de fogo.

Na entrevista concedida, o pastor é veementemente acusado de cometer estupros dentro de sua própria igreja, de promover encenações para aparecer como herói. De enganar, manipular, ordenar atos criminosos, mandar executar seus inimigos… torturar crianças. Ele desmente. Os fiéis também.

Inveja, perda de espaço político e articulação com moradores da favela? De olho no futuro político para captação de votos? O trabalho do pastor não começou ontem. Bom. Sem querer fazer defesa de ninguém, é bem provável que o motivo de tamanha ira e revolta por parte do coordenador do AfroReggae seja perda de território. Se o pastor errou?As investigações vão dizer. Não podemos, é claro, fazer juízo de valor ou julgar pessoas sem que tenham provas contundentes, concretas, reais. O pastor, pelo que se vê, está saqueando o inferno, tirando vidas das drogas, livrando pessoas da morte, em nome de Jesus Cristo. O coordenador Executivo do AfroReggae, com um belo trabalho de reinserção de jovens, por enquanto, só resmunga do outro lado.

Anúncios
Categorias:Sem categoria
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: