Início > Informações, Religião, Cristianismo, Montes Claros, Música, Vida Cristã, Gospel, Notícias, Mundo Cristão > Vereador paulista acusado de corrupção de menores se escondia em estabelecimento ligado à Igreja em Montes Claros

Vereador paulista acusado de corrupção de menores se escondia em estabelecimento ligado à Igreja em Montes Claros

Alex Santos Silva (PTB) estava foragido de São Paulo desde janeiro do ano passado – Girleno Alencar – A Policia Militar de Montes Claros prendeu na manhã desta segunda-feira (28) o vereador Alex Santos Silva (PTB), do município de Mairinque, em São Paulo, que desde janeiro de 2011 estava foragido. Ele é acusado de associação ao tráfico de drogas e corrupção de menores.

A prisão dele ocorreu em um estabelecimento comercial localizado na rua Neco Delfino, pertencente a uma igreja evangélica, onde Alex estava frequentando. O vereador usava documentos com o nome de seu meio-irmão Godofredo Pereira Matos, mas com sua foto. Eles são filhos de Maria Santos Silva, mas de pais diferentes.

O cabo Benedito Brás Brasil, que efetuou a sua prisão, explica que uma equipe do serviço de inteligência da PM recebeu a informações da presença de Alex em Montes Claros há três semanas, quando ele passou a frequentar a igreja evangélica e a namorar uma das obreiras. Os policiais foram ao local e o abordaram, quando Alex passou a identificação de Godofredo. No entanto, os policias foram vistoriar o carro dele e encontraram documentos em nome de Alex.

Além disso, ele deu endereço falso, o que complicou sua situação. A prisão de Alex foi determinado pela juíza Camila Giorgeti, da Vara Única de Mairinque, em São Paulo, no dia 28 de janeiro de 2011. O vereador e seu assessor parlamentar Samuel Monteiro tiveram a prisão decretada sob acusação de tráfico de drogas e aliciamento de menores. Ele era dono de uma locadora de vídeos e professor de Matemática do Ensino Médio e saiu de Mairinque depois de pedir licença por tempo indeterminado na Câmara Municipal alegando problemas de saúde. No município ele deixou os filhos de 1 e 3 anos com a sogra.

O inquérito feito pela Policia de São Paulo aponta que cinco adolescentes viciadas em cocaína denunciaram que o vereador pedia que elas buscassem drogas no município de Itapevi e recebiam como pagamento, cocaína para consumo próprio. Testemunhas acusaram que ele fazia festas com as adolescentes, onde uma delas citou que além de consumir drogas, fez sexo com o vereador. Tanto Alex como o seu assessor são acusados de utilizarem o celular disponibilizado pela Câmara Municipal para fazer contatos com traficantes, que já haviam sido presos durante operações realizadas em Mairinque. O vereador paulista foi entregue às 13 horas na Delegacia de Plantão, em Montes Claros, ficando a disposição da Policia de São Paulo, que determinará o seu recambiamento para Mairinque.

Fonte: Hoje em Dia

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: