Arquivo

Archive for janeiro \31\UTC 2013

Música Daniel Souza prepara novo CD da série Frutos do Espírito!

O cantor Daniel Souza está finalizando a gravação de seu novo CD, Frutos do Espírito – Vol. 8.

Iniciada em 1993, a série tem presenteado a música cristã com louvores que marcaram época, como “Corpo e Família”, “Jesus Prevaleceu” e “Eterna Aliança”, entre tantas outras canções.

Enquanto aguardamos a chegada do novo álbum, concorra ao volume anterior da série, Frutos do Espírito 7. O álbum é sorteado na página da Aliança no Facebook “É só clicar na foto e curtir. Ou acesse: www.facebook.com/gravadoraalianca“, convida a gravadora.

 

 

Folha e o seu Jornalismo Colaborativo. Onde?

Andrey Librelon

Ou a Folha de S.Paulo é incoerente ou estou cada vez mais desatento com o mercado publicitário/jornalístico. O jornal que diz “prestar serviço ao país” compartilha informações diariamente no Facebook e no Twitter, mas limita o acesso ao seu conteúdo e restringe comentários dos usuários a quase metade do seu portal, como anunciou essa semana.

Segundo o jornal, o portal folha.com recebe 5 mil comentários por dia. E nem todas valem ou merecem “subir”, conforme a própria Folha anunciou. Parte dos comentários vira lixo.

O jornalão não estaria na contramão dessa nova visão do jornalismo colaborativo, participativo, cidadão pregado por VEJA,estadao e outros tantos? 5 mil comentários barrados, nessa visão, são 5 mil sugestões de pauta jogadas fora. Logicamente que nem tudo é aproveitado, mas o leitor é, sempre será, peça fundamental nessa discussão.

Tentar enlatar tendências norte-americanas e britânicas pode ser um tiro no pé. Mas vale também lembrar que 11 dos vinte jornais mais vendidos dos EUA já estão cobrando pelo conteúdo. Sistema conhecido como paywalls. Entre os onze, estão os quatro mais importantes: The Wall Street Journal, USA Today, The New York Times e The Los Angeles Times.

Em Montes Claros-MG, especificamente, os jornais estão longe disso. Liberam e/ou publicam 100% do seu conteúdo em seus sites, que sofrem por falta de audiência. Como se sabe, não é uma preocupação a curto prazo. Isso por conta do costume dos próprios leitores – tendência nacional que aos poucos vai se encurtando – que ainda preferem o impresso, o cheiro da tinta no papel.

A discussão continua…

Jovem missionária da Igreja Batista da Lagoinha morre afogada em cachoeira

Ore pelos familiares de Karine Dias, que morreu após trabalho missionário no sertão nordestino

No dia 28 de janeiro, por volta de meio-dia, um passeio turístico tornou-se tragédia para 20 jovens evangélicos que regressavam de Quixabá, Pernambuco.

Há 20 dias, eles estavam realizando um trabalho missionário chamado Projeto Sertão, da Cruzada Estudantil Profissional para Cristo, cujo objetivo é evangelizar e plantar igrejas em cidades carentes do Sertão Nordestino.

Jovens de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, entusiasmados pela obra do Senhor, foram ao projeto que é dirigido pelo pastor Miguel Adailton. No grupo, duas membros da nossa igreja: Ana Cláudia Lemos e Karine Dias.

Na viagem de volta, o ônibus parou em Andaraí, na Bahia para que os jovens pudessem visitar um ponto turístico muito conhecido da região, a cachoeira chamada Toca do Morcego. Ana Cláudia estava no local quando algumas das meninas escorregaram nas pedras e caíram na correnteza. Imediatamente, todos fizeram uma corrente para retirar os amigos das águas. Karine Dias não foi resgatada. Por 40 minutos ela ficou desaparecida até que foi encontrada já sem vida pela equipe de resgate.

A cachoeira é um ponto turístico muito visitado e no momento do acidente a água estava no nível normal. Segundo a proprietária de uma loja de artesanato em frente a cachoeira, nunca se registrou afogamento ou morte no local.

Karine tinha 19 anos e segundo a amiga, Ana Cláudia, todos gostavam muito dela que se relacionava bem com todos da equipe.  “A gente via Deus na vida dela. Antes de entrar na água ela disse ‘obrigado, Senhor, porque a gente está nessa cachoeira. Obrigado por tudo que aconteceu nesse lugar’, disse Ana Cláudia.” Segundo Ana, quando Karine foi retirada das águas, ela não possuía qualquer arranhão. Nem água tinha nos pulmões. Ela foi encontrada sentada numa rocha. Karine ficou cerca de 40 minutos embaixo d’água. Uma funerária está, neste dia 29 de janeiro, trazendo o corpo para Belo Horizonte, e está previsto chegar na manhã de quarta-feira, dia 30.

Karine Dias fazia parte do Ministério Gideões Jovens, participava da companhia de dança IMA (Inspirando Movimento ao Amor) e do teatro. Segundo a jornalista e uma das líderes do Ministério Gideões Jovens, Thaís Silva, Karine gostava muito de moda e era uma menina que buscava a Deus com seriedade.

No Facebook seus amigos podem ler o último post de Karine: “Ser usado por Deus no sertão não tem preço! Hoje é o nosso último dia aqui. Daqui algumas horas pegaremos estrada e já começamos a pensar no sertão do ano que vem. Obrigada a todos que estiveram nos ajudando em orações  ofertas etc… A palavra foi pregada, a semente já está lançada. Agora é continuar orando para os frutos se multiplicarem a 100 por 1”.

Fotos: Jean Assis e arquivo pessoal

Fonte: Lagoinha

—-

Alerta

A morte da jovem da Lagoinha reforça o alerta para esse período de Carnaval, quando as igrejas católicas e evangélicas promovem retiros espirituais próximo a rios e cachoeiras, com forte correnteza. Todo o cuidado é pouco e necessário. Já ouvi vários relatos de jovens que foram acampar e nem todos retornaram com vida.  O alerta pode parecer forte, mas é verdade. 

Terra Santa nos EUA. Parque temático cristão abandonado é o sonho dos exploradores urbanos de Connecticut

memories

Holy Land em seus dias de glória Foto: Road Trip Memories

Holy Land, USA foi um parque temático cristão construído em Waterbury, estado americano de Connecticut, em 1940. Durante 44 anos ele foi uma das grandes atrações turísticas do estado, com seus 72 mil m² de área dedicada à recontar as histórias do Novo Testamento. Ali estavam réplicas de Jerusalém e de Belém, além de marcos dos grandes feitos de Jesus Cristo e lugares que aparecem nas escrituras cristãs como locais importantes na vida do messias.

O parque foi fundado pelo advogado católico John Baptist Greco, que construiu o espaço para melhorar a compreensão que as pessoas da região tinha da Bíblia. Em 1984, o dono decidiu fechar as portas da Holy Land para atualizar suas atrações. Mas Greco morreu dois anos depois, sem nunca poder concluir seus planos para a segunda fase do parque.

Fechado desde então, o local hoje mantém suas antigas atrações, que estão abandonadas ao sabor do tempo. Quase perdidos em meio a montanhas de mato e ferrugem estão o Jardim do Éden, o Santo Sepulcro e o palácio de Heródes e uma imensa cruz fincada no topo da colina que imita a vista do Monte das Oliveiras, na Jerusalém original.

Assim, o parque virou um paraíso dos exploradores urbanos americanos, que visitam o local para fotografar e passear pelo parque abandonado.

Até hoje, a secretaria de turismo de Waterbury ainda recebe cerca de 150 ligações anuais pedindo informações sobre o local. No auge da popularidade de Holy Land, que aconteceu entre 1962 e 1976, o parque chegou a receber 40 mil visitantes anuais.

Veja na galeria as fotos da terra-não-tão-prometida de Holy Land compiladas pelo pessoal do Buzzfeed.

Veja mais fotos aqui

Fonte: Revista Trip

Padre travesti é preso por tráfico

Monsenhor Kevin Wallin, da Diocese Católica Romana de Bridgeport, Connecticut

O caso do monsenhor Kevin Wallin, da Diocese Católica Romana de Bridgeport, Connecticut (EUA), continua repercutindo na imprensa e gerando um amplo debate.

O sacerdote foi preso em 3 de janeiro, acusado de vender 22 gramas da droga metanfetamina com 98,5% de pureza para agentes disfarçados da polícia federal em sete ocasiões diferentes. Ele também recebeu um carregamento da droga de traficantes da Califórnia em dezembro.

A polícia americana afirma que ele fazia parte de uma rede nacional de tráfico e alugou dois apartamentos para promover festinhas onde havia prostituição e consumo de entorpecentes.  Estima-se que ele movimentou mais de US$ 300.000 vendendo as drogas em seu apartamento somente no segundo semestre do ano passado. Os agentes federais dizem que possuem gravações feitas nas escutas telefônicas dos celulares do padre.

Como parte do processo para lavar o dinheiro do tráfico, o padre comprou uma sex shop chamada “Land of Oz” na cidade vizinha  de North Haven.

O monsenhor de 61 anos também tinha o hábito de se vestir de mulher e manter relações sexuais com homens na reitoria do templo. Ele dirigiu a Paróquia Santo Agostinho, em Bridgeport, durante nove anos. Anteriormente, foi responsável por seis anos pela Igreja de São Pedro, em Danbury.

Ele estava licenciado da igreja desde junho de 2011, alegando problemas de saúde e pessoais. Quando as primeiras acusações surgiram, em maio passado, ele foi suspenso pela Diocese de Bridgeport. O porta-voz da diocese, Brian Wallace, disse ao jornal Connecticut Post: “Soubemos que ele estava tendo relações sexuais com homens na reitoria da igreja”, por isso  o sacerdote foi afastado dos ofícios.

Em um comunicado oficial, a diocese declarou apenas “A notícia da prisão do Monsenhor Kevin Wallin foi um choque nos gerou preocupação dos fieis que o conheceram como um padre capaz, talentoso e compassivo. Pedimos orações pelo Monsenhor Wallin durante os difíceis dias que tem pela frente”.

Elizabeth Badjan, uma fiel que pertence à congregação de Santo Agostinho, disse que era necessário rezar muito por ele. “Este é um trabalho do maligno… Ele não estava perto o suficiente de Deus. Foi tentado pelo diabo.”

A organização “Voz dos Fiéis da Diocese de Bridgeport” declarou que a prisão do monsenhor   chamou a atenção para problemas maiores dentro da igreja. “Os católicos têm de perguntar se a obrigatoriedade do celibato não impõe uma carga prejudicial aos sacerdotes e se as mulheres poderiam ser admitidas no sacerdócio… A queda constante de padres, o envelhecimento dos sacerdotes, o terrível pecado de pedofilia entre os sacerdotes são sinais de uma doença no sacerdócio atual. É tempo de buscar um remédio para esta doença terrível que ameaça a vida católica”

Chamado pela imprensa de “monsenhor Meth”, ele se  declarou culpado no primeiro encontro com o juiz e seu julgamento está marcado para começar dia 21 de março. Ele pode pegar até 10 anos de cadeia.

O procurador do Estado, David Fein, disse que as autoridades estaduais e federais trabalharam juntas para resolver o caso e não esperavam que um religioso estivesse envolvido. Traduzido de Wkrn.

Fonte: Gospel Prime

“Agora eu fiquei crente”. Veja mais ess(e)a paródia (lixo) gospel

Palmas para a criatividade humana gospel. Mais um amador que, por conta nossa mesmo, pode virar um viral. Como estamos perdendo tempo produzindo bobagens na rede, entupindo o (vaso) YouTube de porcarias. E vocês, o que acharam?

 

Vi no Profetirando

Kaká vive mau momento no Real Madri e desabafa com texto bíblico

Imagem postada por jogador em suas redes sociais

O jogador Kaká parece cada vez mais desvalorizado no Real Madrid, sequer foi convocado para o jogo com o Valencia na última rodada e também ficou de fora da primeira convocação do técnica da seleção brasileira Felipão.

Ele estava na expectativa de voltar ao Milan, onde teve seu melhor momento, mas as negociações não progrediram e o clube italiano alegou “falta de dinheiro” para repatriar o meia.

Jogador Kaká, perseguido pelo treinador Mourinho

Embora não goste muito de comentar sobre sua vida, ele é usuário ativo das redes sociais, e deixou escapar nesta terça-feira (23) um desabafo em forma de oração. Trata-se de dois versículos bíblicos que relatam a oração do profeta Habacuque.

A imagem postada por ele no Instagram dizia: “Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; exultarei no Deus da minha salvação” (Habacuque 3.17 e 18).

A passagem é acompanhada por uma imagem que possivelmente reflete este momento de crise profissional, um tempo de “seca” . Segundo pessoas próximas ao jogador, ele vive um momento “muito amargo”, mas mantém sua posição habitual de respeitar o clube e o treinador, sem fazer queixas ou declarações públicas que reflitam seu desagrado. Mesmo assim, o homem por trás do atleta de fama internacional mostra que continua crendo no Deus de que tanto fala.

%d blogueiros gostam disto: