Arquivo

Posts Tagged ‘United States’

‘Só beije na boca no dia do casamento’, diz Sarah Sheeva. Comente

fonte: EGO

Anúncios

Vineyard Brasil realiza congresso em BH

Acontece em BH, de 23 a 25 de junho, o evento anual do movimento Vineyard no Brasil. A conferência é aberta para todas as pessoas interessadas em conhecer melhor a visão, os valores e as prioridades vivenciadas na Vineyard.

Preletor: Danny Meyer é o pastor sênior da igreja Vineyard de Delaware County em Ohio, Estados Unidos. Seu envolvimento na Vineyard começou em 1985 quando encontrou John Wimber e sua igreja foi adotada pelo Movimento. Esta igreja em Columbus, Ohio, onde Danny integrava a equipe pastoral, cresceu no período de 1987 a 2002 para mais de 6.000 membros. Em 2002, Danny e sua esposa Penny foram enviados para plantar a igreja em Delaware, com um grupo inicial de 250 pessoas.

Na última década Danny tem visitado o Brasil todos os anos, bem como enviado missionários e equipes de sua igreja para a apoiar a plantação de igrejas da região Xingu, no Pará. Atualmente Danny tem servido como um dos mentores da liderança brasileira no estabelecimento do Movimento Vineyard no Brasil.

Serviço

Conferência Regional da Vineyard

Data: 23 a 25 de Junho

Local: SESC Venda Nova

Endereço: Rua Maria Borboleta S/N

Bairro Letícia, Belo Horizonte,MG.

Custo por pessoa: R$ 165,00 (inclui hospedagem e alimentação)

Opções de Pagamento:

R$ 150,00 Inscrição de R$ 50 até 18/04 + duas parcelas de R$ 50 em 10/5 e 10/6

R$ 155,00 Inscrição de R$ 55 até 10/05 + duas parcelas de R$ 50 em 10/6 e 23/6

R$ 160,00 Inscrição de R$ 60 até 10/06 + uma parcela de R$ 100 em 23/6

R$ 165,00 Pagamento integral na recepção do evento no dia 23/6 (sujeito a vagas)

Informações e inscrições:

Telefone: (31) 32961911 com Roberto Salles

E-mail: cvbh@vineyardbh.com.br

Site: http://www.vineyardmusic.com.br

Fonte: Vineyard Brasil

Opiniao: E vi um novo céu e uma nova terra

E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe.

E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.

E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.

E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.

E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Omega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.

Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.

Apocalipse 21:1-7 (Leia todo o capítulo http://www.bibliaonline.com.br/acf/ap/21)

Nessa passagem, Deus nos revela a Nova Jerusalém, onde não haverá mais choro, nem dor, onde poderemos desfrutar, em todo tempo, da presença de Deus e Nele descansar.

Mas se lermos todo o capítulo verificaremos que isso só acontecerá para os santos de Deus, os fiéis.

Portanto cabe a nós, no dia de hoje, rever nossa vida e endireitar nossos caminhos clamando a Jesus que nos encha com seu Espírito e nos lave de todo pecado,

e Ele nos dará da fonte da água da vida, Ele será nosso Deus e nós, seus filhos.

Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Isaías 55:6

Um grande abraço,

Nelson Silvério

nelsonsslopes@yahoo.com.br

Marcha de evangélicos e católicos protesta contra casamento gay

Manifestantes criticam a chamada lei da homofobia, que tramita no Senado; medida é vista como ameaça à liberdade religiosa

Gabriel Castro
Manifestação de evangélico e religiosos contra o projeto de lei 122, que criminaliza a homofobia no Brasil, BrasíliaManifestação de evangélico e religiosos contra o projeto de lei 122, que criminaliza a homofobia no Brasil, Brasília(Dorivan Marinho/Folhapress)

Cerca de 25 mil evangélicos e católicos ocupam o gramado em frente ao Congresso Nacional nesta quarta-feira para protestar contra a aprovação da chamada lei da homofobia, que coíba manifestações contrárias ao homossexualismo. Os manifestantes são contra vários itens do projeto e alegam que a medida cria um grupo privilegiado dentro da legislação brasileira e fere a liberdade religiosa.

Na chamada marcha da família, também se vê bandeiras contra o aborto, o casamento homossexual e a legalização da maconha. O pastor evangélico Silas Malafaia, um dos líderes da manifestação, foi enfático também ao criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal que legalizou a união civil entre pessoas do mesmo sexo: “O STF rasgou a Constituição”.

Dezenas de deputados e senadores das bancadas católica e evangélica acompanharam a marcha. Entre os manifestantes, havia pessoas de diferentes partes do país. Eram famílias, grupos de estudantes e até integralistas.

Resposta – Por outro lado, um grupo de cerca de 30 homossexuais protestava contra movimento dos cristãos. Embora o grupo tenha ficado próximo à manifestação principal, e apesar de os gays terem usado algumas palavras ofensivas, não houve tumulto. “As religiões não devem inteferir nas políticas públicas. Os cristãos não têm esse direito”, disse a estudante Isabella Góes, de 20 anos, uma das líderes do movimento gay.

(Com informações da Veja.com)

O que muda com a morte de Bin Laden

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou na noite de domingo (1º) – madrugada de segunda-feira no Brasil – que forças americanas mataram o terrorista saudita Osama bin Laden em uma operação em Abbottabad, no Paquistão.

Obama fez o anúncio com orgulho, e lembrou que, quando assumiu a Casa Branca, colocou a morte ou a captura de Bin Laden como a prioridade da segurança nacional dos Estados Unidos. Agora que os EUA conseguiram cumprir o objetivo que vinham buscando há dez anos, terão que se preparar para as mudanças que isso trará para a luta contra o terror, mas também para as relações com o Paquistão e para a política interna dos EUA.

Luta contra o terror

Bin Laden era o rosto mais famoso e importante da ameaça terrorista contra o Ocidente e sua morte deve ter efeitos diversos. O primeiro é positivo. Bin Laden era uma figura inspiradora para muitos fundamentalistas, capaz de recrutar novos terroristas. Sem ele, a Al Qaeda se torna uma organização sem cabeça, especialmente porque o egípcio Ayman al-Zawahiri, número dois do grupo cujo paradeiro é desconhecido, não parece capaz de herdar a liderança de Bin Laden. Assim, as várias franquias da Al Qaeda surgidas nos últimos anos Iraque, Iêmen e Norte da África devem entrar em uma disputa por predominância que pode minar a marca Al Qaeda por dentro. O que pode ser o lado negativo da morte de Bin Laden é que no islamismo, e particularmente para os fundamentalistas, o martírio tem um papel central na força da fé. Agora, o grande líder virou mártir, o que pode amplificar sua influência. Nos anos que se seguiram ao 11 de Setembro, Bin Laden viu seu grupo de auxiliares imediatos ficou muito menor, mas ao mesmo tempo conseguiu espalhar a ideologia da Al Qaeda.

Eleições de 2012 nos EUA

A morte de Osama bin Laden deve ter efeitos diretos nas eleições americanas do ano que vem. Durante quase oito anos, o republicano George W. Bush caçou o terrorista saudita, mas quem deu um fim ao arquiteto do 11 de Setembro foi o democrata Barack Obama. O presidente dos Estados Unidos deve, agora, experimentar uma forte alta em sua popularidade, baseada em uma onda de patriotismo por todo o país, que começou na porta da Casa Branca na noite de domingo, com centenas de pessoas cantando o hino americano diante da residência oficial do presidente americano. Com a morte de Bin Laden, Obama e o partido Democrata minam o argumento de que os republicanos são superiores ao cuidar da segurança nacional. Ainda que navegue em águas turbulentas por conta da recuperação econômica americana, Obama deve ter uma reeleição muito mais tranquila do que podia imaginar.

Relações EUA-Paquistão

Em seu discurso, Obama afirmou que manteve uma conversa com o presidente do Paquistão, Asif al Zardari, mas não esclareceu se o diálogo se deu antes ou depois da operação que matou Bin Laden. Essa informação será determinante para saber qual é o tipo de relação que a Casa Branca mantém com o governo de Zardari. Há anos, os EUA suspeitam que determinados elementos do governo paquistanês, especialmente dentro do ISI, o serviço de Inteligência, não apenas não ajudam os Estados Unidos como colaboram com o Talibã e a Al Qaeda.

Missão da OTAN no Afeganistão
A confirmação da suspeita de que Bin Laden estava no Paquistão – e não no Afeganistão onde costumava se esconder – deve gerar uma pergunta de difícil resposta do público americano e também do europeu. O que as tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte estão ainda fazendo no Afeganistão se a Al Qaeda se mudou para o país vizinho¿ Diante dessa questão, Obama e seus colegas da Otan devem ter trabalho nos próximos meses para explicar a seus contribuintes quais são as razões para ser mantida uma que já dura dez anos e que já consumiu bilhões de dólares e euros, além de milhares de vidas.
Fonte: ÉPOCA

Corte Suprema recusa pedido de ateu

Ativista queria retirar referência a Deus do dólar ´In God we trust` (Confiamos em Deus)

 Corte Suprema recusa pedido de ateu

A Corte Suprema dos Estados Unidos recusou o pedido de um ativista ateu para que seja retirada das moedas e das cédulas do dólar a inscrição In God we trust (Confiamos em Deus). Como a Corte não colocou o assunto em apreciação, não há informação sobre a justificativa da recusa.

O advogado Michael Newdow, que é diretor da associação ateísta FACTS, entrou com um pedido de inconstitucionalidade com o argumento de que o Estado é laico e, além disso, a mensagem é discriminatória porque promove uma religião monoteísta.

A inscrição foi introduzida nas moedas nos anos 70 do século 19 e nas cédulas, nos 50 do século 20. Uma pesquisa feita pelo Instituto Gallup em 2003 revelou que 90% dos norte-americanos gostam da referência a Deus em seu dinheiro.

O advogado já tinha obtido uma sentença desfavorável em uma ação em que contestou o Juramento de Lealdade que faz menção a Deus e que é obrigatória em escolas de alguns Estados.

Newdow informou que vai encaminhar à Corte Suprema um pedido de reconsideração. Ele disse saber que o seu pedido tinha poucas chances de ser apreciado pela Corte, mas o seu objetivo, com a ação, foi manter na imprensa uma discussão sobre da laicidade do Estado, na expectativa de que um dia, quanto a isso, a Constituição venha a ser cumprida.

A inscrição já tinha sido submetida a um tribunal de instância inferior, o de San Francisco, que a considerou constitucional porque não advoga nenhuma religião. Para o tribunal, a frase “Confiamos em Deus” é “cerimonial e patriótica”.

Para Newdow, decisões como essa confirmam que os ateus são hoje o que os negros e homossexuais já foram nos Estados Unidos: vítimas de ferrenha discriminação.

Fonte: CPADNews

 

Novo CD do Hillsong United bate recorde de vendas

Em 10 dias de mercado o CD Aftermath lançado recentemente pelo grupo Hillsong United conquista público e crítica. Na Billboard está na 17ª colocação do Top 200, no iTunes Estados Unidos está em 4º lugar na categoria Top Álbum Chart, enquanto alcança o Top 10 no iTunes de outros sete países.

Pela primeira vez o Brasil participa de um lançamento da Hillsong simultaneamente com a data do lançamento mundial. O CD Aftermath é vendido pela gravadora Canzion Brasil, representante oficial da Hillsong por aqui. De acordo com o Aftermath alavancou vendas 55% superior ao lançamento do álbum anterior do Hillsong United.

O álbum Aftermath do Hillsong United foi gravado em estúdio e vem com 12 canções, entre elas a canção título, Aftermath, Take Heart, Go, Like An Avalanche, Father entre outras. A banda detalha que o objetivo do grupo com este CD é impactar vidas. Confira esta novidade no http://www.canzion.com.br.

Fonte: Gospel Prime + Assessoria de Imprensa Canzion Brasil

 

%d blogueiros gostam disto: